Diferentes esquemas de compra no aplicativo na App Store da Apple

A Apple é comum hoje em dia. A marca, é isso. Sete em cada dez pessoas usam um Macbook, e ainda mais estão ligadas ao seu iPhone. Além disso, existem vantagens óbvias de um gadget sofisticado. Você carrega o mundo com você, assistindo à Netflix, streaming de música ou lendo livros (o Dear and Glorious Physician de Taylor Caldwell é incrível, assim como qualquer livro de James Michener, Lee Child e alguns John Grisham também) em movimento.


Você pode ler e enviar e-mails sem precisar do seu PC e baixar aplicativos interessantes que oferecem diversão, informações e conectividade.

Quando se trata de aplicativos, existem milhões para você escolher. A Apple App Store possui muitos aplicativos gratuitos e pagos que são úteis, mas também existem aplicativos fraudulentos que podem drenar seu dinheiro, infectar seu dispositivo ou ambos. Muitas vezes, é difícil distinguir entre aplicativos reais e falsos. Os hackers usam a credulidade dos usuários para enganá-los com dinheiro, informações pessoais ou segurança.

Diferentes esquemas de compra no aplicativo na App Store da Apple

Diferentes esquemas de compra no aplicativo na App Store da Apple

Golpes de compra no aplicativo

A facilidade tecnológica tem um preço, e os golpes de compra no aplicativo apenas refletem essa realidade. Atualmente, existem hackers em todos os lugares, esperando para atacá-lo enquanto você usa o ponto de acesso WiFi da cafeteria, transmite músicas ou baixa aplicativos. Na maioria das vezes, as vítimas não percebem que foram atacadas até encontrar o dinheiro perdido ou o sistema infectado por vírus.

Os golpes de compra no aplicativo da Apple estão aumentando, com várias pessoas sendo vítimas da ameaça todos os dias. Isso acontece quando você compra um aplicativo que não existe e acaba perdendo seu dinheiro ou quando faz compras no aplicativo, como a renovação da assinatura, para perceber que seu dinheiro acabou, mas a assinatura não é renovada.

Os golpes de aplicativos geralmente são um ataque do tipo intermediário, o que significa que as informações que você está enviando não vão para a Apple, mas para o hacker que se posicionou entre você e a Apple.

Existem muitos aplicativos na Apple App Store que são falsos. Alguns deles podem roubar suas informações pessoais, infectar seu dispositivo ou drenar seu dinheiro. Em alguns casos, o aplicativo pode até não existir, portanto, o dinheiro com o qual você faz a compra vai para o bolso do hacker.

Em um artigo popular, o autor explica como descobriu como os golpistas ganham dinheiro usando aplicativos falsos. Se você notar, os preços dos aplicativos não são exorbitantes. Mas, ao mesmo tempo, a Apple alega que pagou mais de US $ 70 bilhões aos desenvolvedores de aplicativos. Para onde esse dinheiro vai?

É simples: falsificar desenvolvedores de aplicativos. A venda do seu aplicativo na plataforma iOS requer apenas uma comissão de 30% da Apple. Portanto, se um aplicativo falso enganar milhões de seu dinheiro arrecada mais de US $ 80.000 por mês, não é de surpreender por que acaba sendo US $ 70 bilhões por ano.

Os hackers enganam os usuários e também enganam a própria Apple, prejudicando a reputação e a política do cliente da empresa. Com aplicativos falsos lotando a App Store, é hora da Apple fazer algo a respeito. 

Relacionado: Revelada a melhor VPN para iPhone e iPad

A culpa é da Apple?

Existem milhões de pessoas que fazem compras no iTunes todos os dias, seja para livros, filmes ou aplicativos. Os hackers geralmente usam o seqüestro de DNS para roubar informações, posicionando-se entre o usuário e a Apple. Os certificados de segurança forjados são usados ​​para invadir a conexão SSL da Apple para roubar informações dos usuários. Embora a Apple não possa ser responsabilizada se alguém usar um certificado de segurança falso para invadir seu sistema, há várias coisas pelas quais eles são responsáveis.

O maior erro da Apple é a simplicidade dos recibos de compra no aplicativo. Eles podem ser facilmente duplicados para enganar os usuários que eles fizeram uma compra genuína. A segunda maneira pela qual a Apple facilita aos hackers ganhar dinheiro vendendo aplicativos falsos é permitir anúncios de pesquisa sem um sistema de aprovação adequado. Os anúncios exibidos na loja de aplicativos são manipulados para exibir aplicativos falsos. Usando esse método simples, os desenvolvedores de aplicativos falsos estão ganhando milhares de dólares. A pior parte? Não há como rastreá-los.

Como permanecer seguro?

Como a tecnologia traz vários perigos, os usuários precisam ser mais cautelosos e cuidadosos com as compras no aplicativo. Algumas das maneiras de reconhecer aplicativos falsos são as seguintes:

  • Verifique os comentários na App Store. Um aplicativo real geralmente possui milhares de comentários, enquanto um aplicativo falso não possui nenhum.
  • Verifique se há erros ortográficos ou gramaticais. Inglês ruim, uso estranho de palavras, uso incorreto de maiúsculas e pontuação indicam que o aplicativo é falso.
  • Verifique a data de publicação. Os aplicativos reais não têm uma data de publicação. Eles têm uma data de atualização. Se o aplicativo mostra a data de publicação, significa que é um aplicativo falso.
  • O aplicativo faz promessas ou reivindicações boas demais para ser verdade? Então eles provavelmente são. Não se apaixone por acordos ou promessas que parecem incríveis. Desenvolvedores de aplicativos falsos estão apenas tentando enganá-lo.
  • Ao baixar o aplicativo de um determinado site, é melhor acessar o site e seguir o link “obter nosso aplicativo”. Isso levará você ao aplicativo correto.

Golpes de compra no aplicativo na App Store – Conclusão

Os aplicativos fornecem diversão, entretenimento e informações úteis. Ser cuidadoso ao fazer compras no aplicativo o manterá seguro enquanto maximiza seu prazer.

Kim Martin Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map