Tudo o que você precisa saber sobre Rootkits

Os rootkits estão crescendo como uma das principais causas de preocupação entre os especialistas em segurança cibernética. Embora suas origens sejam muito inócuas, elas foram usadas para diversos propósitos maliciosos. Os rootkits basicamente permitem que hackers tenham acesso a computadores e sistemas que permitem apenas acesso autorizado. Essas ferramentas de software tornaram-se incrivelmente populares à medida que as empresas começaram a se tornar mais seguras e os hackers estão ficando cada vez mais complicados e difíceis. Deixe-nos dizer o que você precisa saber sobre o Rootkits e como você pode se proteger deles.


Tudo o que você precisa saber sobre Rootkits

Tudo o que você precisa saber sobre Rootkits

O que exatamente são rootkits?

Em princípio, os Rootkits não são malware, pois podem ser usados ​​legalmente por órgãos policiais, empresas e até indivíduos particulares. O objetivo principal do Rootkits é permitir o rastreamento e o monitoramento das atividades do usuário enquanto elas estiverem conectadas. Portanto, elas podem ser uma ferramenta importante de segurança e supervisão para empresas policiais e comerciais, se usadas corretamente. Alguns pais também usam Rootkits para rastrear as ações de seus filhos.

Infelizmente, o Rootkits se tornou amplamente popular para um propósito totalmente diferente. Eles estão sendo usados ​​extensivamente por hackers para obter acesso ilegal a computadores. Além disso, os Rootkits foram instalados principalmente em dispositivos usando o famoso malware Trojan Horse. Isso os levou a serem considerados como malware por padrão. No entanto, é a maneira como os Rootkits são usados ​​que os definem.

Como os rootkits infectam dispositivos de computador?

Mais popularmente, os Rootkits são usados ​​como dispositivos spyware. Eles são muito conhecidos em todo o mundo pelos cibercriminosos. No entanto, diferentemente do malware automatizado de outros tipos, eles não podem infectar os dispositivos por conta própria. Um cibercriminoso terá que induzir qualquer usuário da Internet a instalar um rootkit em seu dispositivo.

Isso geralmente é feito fazendo a vítima acreditar que seu dispositivo foi invadido. O criminoso cibernético posteriormente instrui a vítima a informar a instalação do rootkit para solucionar a infecção.

Outra razão importante pela qual o Rootkits ressurgiu como uma fonte popular de hackers é que eles podem criar botnets.

Esses são essencialmente um grande patch de arquivos que geralmente são usados ​​para converter um computador para fins de mineração. Especificamente, eles são usados ​​para minerar criptomoedas de tipos específicos. Eles também podem ser usados ​​para iniciar ataques DDoS (Distributed Denial of Service), juntamente com outros tipos de atividades de criminosos cibernéticos..

Apesar do Rootkits poder ser muito sofisticado, seu ponto de entrada mais comum é o erro humano. Ou seja, um usuário é obrigado a instalar esse software por conta própria. Isso permite que o software e seus criadores tenham acesso ao dispositivo, servidor ou até uma rede.

Um meio comum para induzir as vítimas a baixar o Rootkits é via email ou aplicativos de mensagens instantâneas. Uma vez instalado o Rootkit, ele fornece ao hacker acesso completo ao computador da vítima.

É possível detectar rootkits após a instalação?

Há muitos softwares de segurança que podem ajudar a detectar vírus e outros malwares no seu dispositivo. No entanto, o mesmo não pode ser dito para os Rootkits. A razão para isso é a grande variedade de Rootkits existentes no mercado. Simplesmente não é possível procurar por todos eles, pois as empresas de segurança sabem pouco sobre eles. Quando esses Rootkits são detectados, o dispositivo já está infectado consideravelmente.

Outro problema na detecção de Rootkits é que eles podem ficar bastante inativos. Principalmente, os usuários nem sabem que seu dispositivo foi infectado. Além de alguma atividade anômala, o dispositivo funciona bem. Se você quiser saber se existe um Rootkit no seu sistema, poderá executar uma verificação de memória.

No entanto, suas varreduras de memória só poderão procurar tipos específicos de rootkits. Como tal, não existe uma maneira abrangente de detectar todos os tipos de Rootkits por aí.

A melhor e mais prática maneira de detectar a atividade do Rootkit no seu dispositivo é observando. Você deve ficar de olho no desempenho do seu dispositivo durante um determinado período de tempo. Se o seu dispositivo foi realmente infectado pelo Rootkits, você verá problemas em várias áreas. Na maioria das vezes, você encontrará problemas ao acessar os principais arquivos do sistema ou precisará redefinir constantemente as permissões do firewall. Estes são sinais de que seu dispositivo foi infiltrado por um software Rootkit.

Caso você descubra que possui um Rootkit no seu dispositivo, recomenda-se uma limpeza completa. Você precisa excluir o sistema inteiro porque não há como medir quantos arquivos foram comprometidos.

Como posso proteger meu dispositivo contra rootkits?

Como remover o Rootkits é um processo muito tedioso, é melhor evitá-los. O software antivírus convencional é principalmente inadequado no fornecimento de proteção, pois funciona apenas após a instalação do Rootkits. Portanto, a necessidade iminente de defesa contra Rootkits é não permitir que eles entrem no seu sistema.

Se você não estiver disposto a investir em dispositivos de segurança online, a navegação segura é a melhor maneira de evitar o Rootkits. Esteja ciente de todos os tipos mais recentes de golpes e técnicas de hackers existentes no mercado. Além disso, você deve entender a medida de segurança nativa contra essas tentativas. Verifique se o seu sistema operacional básico está atualizado e alinhado com os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos.

VPNs ou redes privadas virtuais são uma das poucas tecnologias que podem efetivamente bloquear Rootkits e outros malwares. No entanto, nem todos os tipos de VPN podem ser confiáveis. Tente obter uma VPN que ofereça um firewall embutido e um detector de malware. As VPNs gratuitas não oferecem recursos complementares, portanto, garanta uma VPN paga confiável.

Evite VPN oferecida por grandes empresas de telecomunicações. Eles não têm um bom histórico e você não pode confiar neles para manter seus dados privados. Quando você opta por uma VPN, todos os seus dados de navegação ficam ocultos de agentes externos. No entanto, seu provedor de serviços VPN poderá vê-lo. Agora, depende da política de privacidade que eles oferecem para determinar quanta privacidade eles oferecem. Portanto, você deve ler a declaração de política e escolher a VPN certa para suas necessidades.   

Kim Martin Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map